Sorrir Mais

Blog



sorrir-mais-siso-extracao.png
21/jan/2018

Sabe aquele dorzinha vindo entre os dentes? Logo você pensa que pode ser uma cárie? Gengivite? E por fim seu dentista identifica que é apenas um siso nascendo. Ele é responsável por causar esse desconforto.

 

Caso haja espaço para o dente do siso se acomodar na boca é possível conviver com ele. Se você é um desses felizardos com muito espaço na boca e seus sisos vieram retinhos e nasceram sem problemas, você pode mantê-los.

 

Motivo da Dor

Isso acontece porque os sisos, são os últimos dentes a nascerem por volta dos 16 a 25 anos. Ao tentar romper a gengiva causam dor, inflamação e até infecção. Em algumas situações não existe espaço suficiente para que eles possam se acomodar, sendo necessário realizar a sua extração.

Quando a extração é necessária?

  • Existem casos em que o paciente não sente nenhuma dor porém pode encontrar dificuldade em alcançar o siso durante a escovação, causando acumulo de alimentos e mau hálito;
  • Quando o dente estiver incluso ou semi-incluso, ou seja, não tiver nascido completamente, se encontrando preso ao osso da mandíbula, deixando a área do fundo da boca bem irritada.
  • Quando estes nascem em posições erradas, como de lado, na diagonal, deitado ou de cabeça pra baixo.

Consequências dos sisos

Tudo depende de como o siso esteja posicionado, problemas maiores podem surgir futuramente. O surgimento de cáries, doenças gengivais, devido à dificuldade de higienização no local, pode também alavancar questões ortodônticas devido à falta de espaço alterando o posicionamento dos dentes vizinhos, fazendo com que fiquem torto. Em alguns casos mais graves em que estes não nascem pode até causar o desenvolvimento de cistos e tumores.

Qual melhor momento para fazer a extração?

Cirurgicamente é indicado que os dentes siso sejam extraídos entre os 15 e 20 anos, isso porque a cicatrização é melhor. A partir dos 30 anos, existe a tendência de o osso ao redor se fundir com o dente tornando a cirurgia e o pós-operatório mais difíceis.

A cirurgia é relativamente simples e rápida, com raras complicações. É aplicado anestesia local em todas as áreas em que o paciente poderia sentir dor e o paciente em si pode ser medicado com um tranquilizante.

 

A decisão de retirar um ou mais dentes do siso em uma mesma cirurgia fica ao critério e análise do caso com o seu cirurgião-dentista, levando em conta a praticidade e possíveis complicação da cirurgia e o conforto do paciente no pós operatório. É possível fazer a remoção dos 4 dentes siso em uma única cirurgia, com duração entre 40 minutos e 1 hora.

 

Pós-operatório, quais os procedimentos?

O paciente deve se programar para o que deve ser feito. São exigidos cuidados com a alimentação e repouso moderado sem a realização de atividades físicas mais intensas durante o mínimo 3 dias. Medicação adequada e cuidados garante o conforto e tranquilidade.

Alguns pacientes podem cuspir sangue no primeiro dia após a extração e não conseguir abrir completamente a boca durantes dois ou três dias, isso é normal, nada preocupante. Já a recuperação completa se dá por volta de 7 a 10 dias.

 

Para agendar uma consulta, preencha o formulário. Se preferir, ligue para 62 3924.0304 ou envie uma mensagem no nosso WhatsApp 62 9 8346.0405.


sorrir-mais-botox.png
21/jan/2018

O botox ganhou fama nos tratamentos estéticos por retardar o surgimento de marcas de expressão (rugas). Mas, quem diria, também melhora dores e disfunções na mandíbula, além de deixar o sorriso mais bonito, sobretudo quando a gengiva aparece mais do que deveria. Estamos falando da toxina botulínica, que, em pequenas doses, auxilia no combate a diversos problemas.

A toxina botulínica ganha cada vez mais espaço nos consultórios dentários. O mesmo produto utilizado pelos dermatologistas em tratamentos estéticos e por profissionais de áreas como neurologia, oftalmologia, fisiatria, ortopedia e urologia, agora é indicado para tratamentos odontológicos.

A toxina bloqueia o impulso nervoso na fibra muscular, não importando onde seja esse músculo ou onde seja o estímulo nervoso. O que varia é o local de aplicação e a dose aplicada.

Botox para sorriso gengival

Situação que ocorre quando há uma desproporção entre o tamanho da gengiva e o do dente, fazendo com que a primeira pareça maior. O botox faz relaxar a musculatura do lábio superior impedindo que o mesmo exponha a gengiva.

Botox para bruxismo

O Bruxismo é uma desordem funcional caracterizada pelo ranger ou apertar dos dentes, principalmente, durante o sono. Um dos sintomas mais comuns é a pessoa acordar com a mandíbula dolorida ou com dor de cabeça. O botox relaxa os músculos da face fazendo que diminua o atrito entre os dentes.

Outros problemas que podem ser tratados com o botox:

  1. Distonia: provoca espasmos localizados na região inferior da face (boca, língua e mandíbula), causando dificuldade na abertura ou fechamento da boca, no mastigar, no engolir e na articulação das palavras.
  2. Disfunções da ATM:  a articulação temporomandibular liga o maxilar ao crânio, os sintomas mais comuns de problemas na região é a sensação de que a mandíbula está ‘saltando para fora’, estalando ou até travando por um instante.

No entanto, a substância é contraindicada para pacientes gestantes ou que estejam amamentando. Aqueles com alergia à toxina botulínica, lactose e albumina também devem evitá-la.

O botox é de uso temporário, não existe botox definitivo. Após um período de quatro a seis meses há necessidade de reaplicação.

 

Para agendar uma consulta, preencha o formulário. Se preferir, ligue para 62 3924.0304 ou envie uma mensagem no nosso WhatsApp 62 9 8346.0405.


como-fazer-a-limpeza-da-língua.png
21/jan/2018

Quando mastigamos a comida, nossos dentes juntam vários resquícios de alimentos entre eles. E, apesar de passar direto na língua e não sobrar nada nela, a língua é um órgão do corpo – e também precisa de limpeza. Ela pode ser contaminada facilmente e transmitir bactérias para qualquer parte, causando diversos problemas dentários e em várias outras regiões.

 

A língua apresenta um aspecto rosado e lisinho, isso quer dizer que ela está bem saudável. Do contrário, ela ficará esbranquiçada e descamada, causando várias complicações bucais.

 

Como fazer a limpeza da língua?

A higienização pode acontecer com o a própria escova, o correto é fazer a higiene na língua depois de ter realizado a escovação dos dentes. Para limpar a língua, basta utilizar a própria escovar e passá-la de maneira leve de cima para baixo. Porém ainda existe matérias específicos para isso, como os limpadores ou raspadores de línguas. Para saber qual é a melhor opção, nada melhor do que testar.

Repita o movimento por no mínimo duas vezes. Para fechar a limpeza, você pode contar com os enxaguantes bucais, pois eles ajudam no combate às bactérias e fazem com que seja bem mais fácil manter a boca limpa por mais tempo. Enxague bem e pronto! Sua língua estará limpa e bem higienizada.

 

Benefícios de escovar a língua:

Acabe com a saburra:

Aquela camadinha branca que fica na língua, ela é chamada de saburra. Nada mais é do que células descamadas da boca, bactérias e muco, responsável pela halitose.

Combate a halitose

Um cheiro ruim vindo da boca pode significar muito mais que um simples mau hálito. É um problema sério e uma de suas causas é o acúmulo da saburra, e também o surgimento de lesões de cárie bem como infecções fúngicas orais.

Diminuição do fluxo salivar

O acúmulo de sujeira leva a descamação do epitélio da mucosa bucal e consequentemente a diminuição do fluxo salivar. A saliva tem uma função super importante na boca por mantes os dentes superficialmente limpos e protegidos de forma natural.

Evita o surgimento de cárie

Devido ao acumulo de saburra a produção de saliva diminui e, consequentemente o surgimento de cárie se torna inevitável.

 

Viu como é importante escovar a língua? Você só tem a ganhar.

Cuide da sua saúde bucal, afinal é seu sorriso! Para agendar uma consulta, preencha o formulário. Se preferir, ligue para 62 3924.0304 ou envie uma mensagem no nosso WhatsApp 62 9 8346.0405.

 


sorrir-mais-odontologia-ferias-criancas.png
21/jan/2018

 

As férias são um ótimo motivo para seus filhos sorrirem, afinal quem não fica empolgado com as férias? Os dias de tempo livre, brincadeira e diversões são excelente para os baixinhos praticarem atividades diferentes das habituais.

Por falar em sorriso, é importante que eles entendam deste cedo a importância de um sorriso. Afinal, um sorriso saudável e bonito requer cuidados e dedicação.

 

Os tratamentos de Ortodontia infantil previnem e corrigem a posição dos dentes (de leite e permanentes) e direcionam o crescimento dos ossos da face.

 

Detectar, tratar e prevenir

O recomendado é marcar uma consulta a cada seis meses para manter a saúde dos dentes em dia. Por isso, o período das férias escolares, em janeiro e julho, é ideal!

Além de conferir se não há cáries e ver como anda a higienização, o dentista também poderá identificar a necessidade de um tratamento ortodôntico com o uso de aparelho dentário caso seja necessário corrigir a posição dos dentes e da arcada dentária. Esses tipos de problemas podem provocar outras dificuldades relacionadas à fala, respiração e mastigação, e ainda afetar a autoestima das crianças.

Na infância, todo o processo de correção se torna mais fácil, portanto, uma simples visita poderá fazer a diferença para cuidar da saúde como um todo, aumentar a confiança e garantir muitos sorrisos no futuro.

Consumo de doce aumenta nas férias

É nas férias que as crianças ingerem mais guloseimas, sorvetes, doces e refrigerantes e esquecem dos cuidados dos dentes, é fundamental os pais acompanharem a saúde bucal do seu filho.

– Atentando-se ao consumo excessivo de açúcar;

– Reforçar sobre a importância de escovar os dentes após as refeições;

Mostre a eles que as regras também devem ser seguida nas férias, construindo esse habito desde cedo seu filho terá consciência da importância da saúde bucal em toda sua vida.

Não esqueça…

Caso estejam programando uma viagem, passeio ou uma praia, mantenha pelo menos o habito de escovar na parte da manhã e antes de dormi. Não esqueça de levar um kit com escova, creme e fio dental e fazer a escovação quando possível. No caso de crianças de até 2 anos, devem ser feitas a escovação completa até mesmo da língua.

Confira as condições especiais nesse período de férias e aproveite para cuidar do sorriso de toda família.

Para agendar uma consulta, preencha o formulário. Se preferir, ligue para 62 3924.0304 ou envie uma mensagem no nosso WhatsApp 62 9 8346.0405.


sorriso-gengival-sorrir-mais-odontologia.png
21/jan/2018

O sorriso gengival é uma exposição exagerada da gengiva. Essa exposição causa uma “desordem estética” por não trazer equilíbrio entre dentes, gengiva e boca. O padrão utilizado para a identificação do problema é a exposição de até 85% dos dentes anteriores ao sorrir, sendo que a única parte das gengivas que podem aparecer é a que está localizada entre os dentes – a ameia gengival.O sorriso gengival alto é mais frequente em mulheres, e pode prevalecer em até 10% dos indivíduos na faixa dos 20 aos 30 anos.

As causas do sorriso gengival.

Ela é causada por vários fatores, dentre os mais comuns estão: problemas musculares, esqueléticos ou gengivais. Problemas como hipertrofia gengival, distúrbios hormonais, lábios superior mais curto e fino ou retraído, excesso de maxilar, hiperatividade dos músculos elevados e coroa dos dentes curta, levam a essa disformia.Quem possui essa assimetria facial sabe o quanto pode ser incômodo conviver com ela. Muitos pacientes relatam desconforto na hora de sorrir e, muitas vezes, colocam a mão em frente a boca para disfarçar.
Como Corrigir o sorriso gengival.

 

1. Cirurgia da gengiva (gengivectomia e gengivaplastia).

São as duas técnicas mais comuns para correção do sorriso gengival alto. O objetivo delas é aumentar o comprimento dos dentes através da cirurgia plástica periodontal nos dentes anteriores superiores, relocalizando superiormente o zênite gengival tão alto quanto paciente para fiquem próximos ou abaixo dos lábios durante o sorriso.

 

A gengivoplastica é simples do que a gengivectomia, consiste na remoção da gengiva que está em excesso. Como não remove o osso que contorna os dentes, não necessitam de pontos de sutura. E isso é ótimo, porque o período de recuperação após a cirurgia é mais rápida. A anestesia usada é local e a cicatrização leva de uma a duas semanas.

 

2. Toxina botulínica para correção do sorriso gengival.

É feita uma aplicação de botox (toxina botulínica) no músculo que traciona o lábio superior quando a pessoa sorri, então ele “trava” o lábio e não expõe a gengiva. Mas ele não é definitivo, tem que ser reaplicado a cada quatro meses, aproximadamente.

 

A técnica de inserção seletiva da toxina botulínica está indicada nos casos aonde a hiperatividade muscular dos lábios é a causa do sorriso gengival. É uma alternativa para a cirurgia de reposicionamento labial porque age na mesma causa do sorriso gengival, embora os resultados sejam diferentes.

 

Esses procedimentos leva muitos pacientes a aumentarem sua autoestima. Eles ate consegue se relacionar mais com as pessoas, pois ficam mais confiantes com o resultado harmônico e natural.

 

Caso tenha dúvidas, agende sua consulta pelo telefone 62 3924.0304 ou pelo nosso whatsapp 62 98346.0405.

 


logo-white-small

A missão da Sorrir Mais é zelar pelo sorriso de todos, fornecendo tratamentos odontológicos completos e com qualidade.

Sorrir Mais Odontologia. Todos os direitos reservados.